A presidente da Câmara do Mercado Imobiliário de Minas Gerais (CMI/Secovi), Cássia Ximenes, acredita que a compra da tão sonhada casa própria pode estar mais perto do que as pessoas imaginam.

É que o setor imobiliário está em alta por conta da taxa Selic em 2% - a Selice é a taxa básica de juros da economia brasileira -, e da adequação dos financiamentos, motivos que foram essenciais para a expansão do setor mesmo durante a pandemia da Covid-19.

Segundo ela, existem imóveis que cabem no bolso de cada um, o que é preciso é pesquisar junto às financeiras e imobiliárias uma opção que esteja dentro do orçamento.

Cássia Ximenes fala ainda sobre o setor da construção civil que amargou queda durante os últimos anos e, agora, mesmo com a pandemia, também registra aumento no número de obras no Estado.

Acompanhe a entrevista na íntegra:   

Leia também:
Minas 300 Anos: Construção mantém ritmo de expansão
Minas 300 anos: Em apenas um mês, seis unidades de luxo vendidas na região que mais cresce em BH
Minas 300 anos – “Covid ressignificou a moradia”, diz presidente da CMI
Minas 300 anos: setores imobiliário e da construção civil registram crescimento