Dois integrantes da Galoucura, incluindo o presidente da torcida organizada alvinegra, foram presos na tarde deste domingo (13), no bairro Bonfim, na região Noroeste da capital, acusados de porte ilegal de arma. Segundo a Polícia Militar (PM), Jeferson Conceição Silva, de 34 anos, e o presidente da Galoucura, Josimar Junior de Souza Barros, de 29 anos, foram presos por portar um revólver calibre 32 e também munições.

Os policiais militares encontraram os dois torcedores dentro da sede da torcida organizada, em um imóvel de dois andares situado na rua Caparaó, no bairro Bonfim, por volta de 14h20, após uma denúncia anônima. Segundo informações da PM, Jeferson Conceição foi avistado na sacada da casa e, após ser abordado pelos militares, ergueu os braços e se rendeu. Os policiais encontraram o revólver escondido embaixo da blusa de Jeferson.

Após buscas no imóvel, a PM também encontrou algumas munições na gaveta de uma mesa de sinuca. O responsável pelo imóvel, Josimar Junior, acabou detido após os militares averiguarem que apenas ele tinha a chave da mesa de sinuca, onde as munições estavam trancadas.

Sem resistir à prisão, os dois suspeitos foram encaminhados para a Central de Flagrantes (Ceflan) do Barreiro. A reportagem tentou contato com a diretoria da Galoucura, mas ninguém foi encontrado para comentar o caso.