A Polícia Civil está a procura dos restos mortais de um menino de 1 ano e nove meses que teria sido assassinado pelo próprio pai em setembro deste ano, na cidade de Tombos, na Zona da Mata mineira. De acordo com as investigações, o suspeito teria sido responsável pela morte da criança, que era especial, e da mãe dela, Fiama de Freitas Machado, de 25 anos. O investigado foi preso nesta sexta-feira (22).

A jovem e o filho haviam saído de Tombos em direção a Belo Horizonte para uma consulta médica e desapareceram. No dia 10 de setembro, o corpo de uma mulher foi encontrado carbonizado em Itabira, na região Central de Minas.

Depois de investigação realizada pela Delegacia de Desaparecidos, verificou-se que os restos mortais encontrados poderiam ser da moradora de Tombos e, nesta quarta-feira (20), o exame comparativo indicou um resultado positivo.

O suspeito foi preso nesta sexta-feira e teria confessado ter matado o próprio filho e a mãe do menino. A Polícia Civil informou que está atuando para convencer o suspeito a indicar o local em que estariam os restos mortais do menino.

fiama machado

Fiama estava desaparecida desde setembro

Leia mais:
Clínica em Nova Lima é suspeita de congelar corpos de animais para cobrar mais por internação