Detentos deram início a uma rebelião no presídio de Barbacena, no Campo das Vertentes, na noite desta terça (29). De acordo com a Comissão Estadual de Assuntos Carcerários da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/MG), os presos reivindicam redução na superlotação. A capacidade da instituição é de 101 vagas, mas abriga atualmente cerca de 305 homens.

Os presos reivindicam ainda melhorias na alimentação e nos atendimentos. Exigem a retirada dos detentos portadores de sofrimento mental e redução na violência praticada pelos agentes penitenciários. Pedem ainda atendimento jurídico para análise de cálculo das penas.

Veja vídeos feitos pelos presos com celulares:

Segundo a Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap), a rebelião foi controlada e a unidade segue a sua rotina. Os presos não saíram das celas e ninguém ficou ferido.

O Grupo de Intervenção Rápida (GIR) de São João del Rei foi acionado para dar suporte à unidade na contenção dos ânimos e verbalização. Na manhã desta quarta-feira (30), o Comando de Operações Especiais (Cope) esteve na unidade para dar suporte aos agentes penitenciários na realização dos procedimentos de revista. Ainda segundo a Seap, diretores da unidade prisional receberam representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e dos Direitos Humanos para avaliar as reivindicações dos detentos. Entre as reivindicações estão atendimento jurídico para análise de cálculo das penas e alimentação.