Nove presos fugiram pela porta da frente do Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp) de Contagem, na Grande BH, na madrugada desta sexta-feira (20). Durante a fuga, outros detentos iniciaram uma rebelião, houve negociação e a situação foi controlada.

De acordo com a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), por volta de 0h, um grupo de internos aproveitou o momento em que os agentes levavam um preso para o interior de uma das celas para iniciar um enfrentamento e fugir. Nove deles conseguiram deixar o local. A Sejusp divulgou as identidades e fotografias

A fuga, que foi registrada em um vídeo divulgado nas redes sociais, mostra os detentos correndo em frente ao presídio. No interior do Ceresp, outros presos iniciaram um motim. A rebelião teria sido motivada pela ausência de produtos de higiene na unidade prisional, mas o Departamento Penitenciário de Minas Gerais nega.

O motim foi controlado e a equipe do Ceresp conseguiu conter parte dos presos após uma negociação que contou com a participação da Polícia Militar. Dessa forma, segundo a Sejusp, a unidade encontra-se com a ordem reestabelecida e agentes de segurança penitenciários realizam a contagem dos presos e procedimentos de segurança. Procurada, a Polícia Militar informou que deu apoio, mas não passou outras informações sobre o ocorrido desta madrugada.

Além disso, a polícia investiga a denúncia de que os presos que fugiram teriam abordado taxistas para fugirem. Entre eles, dois detentos teriam sido deixados na Cabana do Pai Tomás, um em Ibirité e outro em São Joaquim de Bicas, ambas na Grande BH. Nesse último caso, o motorista de um dos táxis utilizados teria sido abandonado na BR-381. 

Ainda segundo essas informações, três presos teriam sido vistos no bairro das Indústrias e outros dois no bairro Betânia, na região Oeste da capital.

Leia mais:
Presos que fugiram pela porta da frente de Ceresp têm rostos divulgados