Quatro pessoas morreram e outras 125 ficaram feridas em acidentes nas rodovias federais que passam por Minas durante o feriado da Proclamação da República. Balanço divulgado nesta quarta-feira (17) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) aponta para 92 ocorrências entre sexta (12) e terça-feira (16), além da fiscalização de 10.576 veículos.

Segundo a PRF, esse é o segundo feriado prolongado com menos acidentes em 2021, perdendo apenas para a Semana Santa. Como o feriado em 2020 caiu em um domingo e em meio a um grave momento da pandemia, a corporação afirma que a queda dos números foi ainda mais significativa na comparação com 2019. Naquele ano, foram 140 acidente, com 20 mortos e 213 feridos. 

No total, 49 motoristas foram multados por dirigir sob influência de álcool, dos quais, três foram presos por embriaguez ao volante. Também foram aplicadas 374 multas por ultrapassagem proibida.

Em relação ao cinto de segurança, foram 388 multas ao longo do feriado, sendo 214 para motoristas e 174 para passageiros que não usavam o item obrigatório. O transporte de crianças fora da cadeirinha ainda foi responsável por outras 41 multas aplicadas. 

Apreensão de drogas

O feriado não foi marcado apenas por acidentes e multas relacionados à imprudência dos motoristas. Em Patos de Minas, no Alto Paranaíba, 5 kg de maconha foram apreendidos pela PRF durante fiscalização a um ônibus de turismo na BR-356.

A droga estava na bagagem de uma passageira de 37 anos, dividida em cinco tabletes. Ela disse aos militares que pegou a maconha em Uberlândia, no Triângulo, e a levaria até Pirapora, no Norte do Estado, onde receberia R$ 200 pelo transporte. A droga estava avaliada em quase R$ 11 mil.

Leia mais:
Primeiro dia do Enem, no próximo domingo, terá prova de redação; veja dicas
Após quase dois anos de isolamento, viajar vai sair caro, mas nem isso desanima turistas