Quem acordou cedo nesse domingo (5) e utilizou o metrô de Belo Horizonte já pagou R$ 2,40 na tarifa do transporte. O reajuste, que aconteceria no Dia do Trabalhador, 1º de maio, acabou sendo adiado e posto em prática desde o início desta manhã. Até então, os usuários do metrô pagavam R$ 1,80 por viagem. 

Segundo a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), este é apenas o primeiro de seis reajustes que serão feitos a cada dois meses e que elevarão o valor para R$ 4,25 até março de 2020. O escalonamento do aumento da tarifa foi definido após uma audiência de conciliação na 15ª Vara da Justiça Federal de Minas Gerais.

Com todos os reajustes a serem feitos, o bilhete do metrô da capital mineira sofrerá um aumento de 136% em menos de um ano. Com a elevação do preço em R$ 2,45 a mais que o cobrado atualmente, o valor será ainda 25% maior do que o reajuste proposto inicialmente, que era de passar o bilhete para R$ 3,40. 

A justificativa da Companhia para o aumento é que "há cerca de 13 anos não há alteração nas tarifas em Belo Horizonte, 15 anos em Natal, Maceió e João Pessoa e 7 anos em Recife, atingindo avançada defasagem ante ao custo de manutenção do sistema". Em Natal, Maceió, João Pessoa e Recife também será aplicado o reajuste escalonado nas mesmas datas anunciadas para Belo Horizonte. 

Depois do dia 7 de março do ano que vem, quando o valor do bilhete do metrô chegar aos R$ 4,25 previstos, a CBTU poderá fazer novos reajustes, conforme o termo da audiência de conciliação da Justiça Federal que definiu os valores. 

Confira abaixo a escala de reajustes:

05/05/2019: R$ 2,40
07/07/2019: R$ 2,90
08/09/2019: R$ 3,40
03/11/2019: R$ 3,70
05/01/2020: R$ 4,00
07/03/2020: R$ 4,25

Integração também ficará mais cara 

Os usuários que, além do metrô, utilizam as linhas metropolitanas integradas com o cartão Ótimo também sofrerão com o aumento anunciado pela CBTU.

De acordo com a  Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop), com a implementação do reequilíbrio tarifário a partir de zero hora deste domingo, a tarifa de integração das linhas do Sistema de Transporte Metropolitano, feitas somente com a utilização do cartão Ótimo, terá um aumento de R$ 0,50.

Para conferir a tabela com as tarifas das linhas metropolitanas que sofrerão aumento com o reajuste do metrô, basta clicar aqui.

Leia mais:
Reajuste do metrô é adiado e passa a valer a partir de domingo
Reajuste da tarifa do metrô de BH chegará a 136% em apenas um ano
Após liberação de reajuste, usuários reclamam de limitação na compra de passagens do metrô de BH