Uma quadrilha de estelionatários foi presa nesta quinta-feira (6), em Belo Horizonte, durante uma operação da Polícia Civil de Minas. Uma mulher, de 20 anos, e três homens, de 23, 48 e 49, são suspeitos de aplicar golpes que podem ter causado prejuízos de R$ 500 mil a agências bancárias na capital.

De acordo com as investigações, o grupo usava documentos falsos para abertura de contas e, por meio delas, conseguiam realizar empréstimos e sacar dinheiro. 

No momento da prisão, um deles tentava realizar um saque em uma agência no Centro de BH, enquanto os outros o aguardavam para que fossem a outros bancos, onde já haviam outras contas abertas virtualmente, também com documentos falsos.

Nessa quarta (5), um quinto suspeito de fazer parte da quadrilha, de 45 anos, já havia sido preso.

Além de estelionato, eles vão responder pelos crimes de uso de documento falso e associação criminosa.

Os detalhes de toda investigação serão repassados nesta sexta-feira (7) pelos delegados da Polícia Civil Wagner Sales, Cinara Rocha e Cristiana Angelini.

Leia mais:
Irmãs se passam por religiosas, enganam idosos e furtam mais de R$ 200 mil em Minas
Quadrilha que movimentou R$ 200 mil em um ano com golpes em sites de venda é presa no Buritis