A Polícia Civil desarticulou uma quadrilha que atuava com extorsão mediante sequestro, após localizar um cativeiro em Contagem, na Região metropolitana de Belo Horizonte, nessa segunda-feira (12). Os criminosos usavam falsos anúncios para atrair as vítimas.  

A ação terminou com a libertação das vítimas sem o pagamento de resgate e a prisão em flagrante de dois suspeitos, de 44 e 28 anos, por extorsão mediante sequestro, organização criminosa, tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. 

Com os criminosos, os agentes apreenderam aparelhos celulares, cerca de cinco quilos de maconha e uma arma de fogo de uso restrito. Ainda de acordo com a PC, o líder da quadrilha que era responsável pelo planejamento dos crimes e a negociação dos resgates já está na penitenciária. 

Segundo o delegado responsável, o grupo já era investigadp há cerca de um mês, mas no dia 1º de novembro, mais uma vítima, de Brasília, teria sido atraída até a Região Metropolitana de Belo Horizonte por causa de uma oferta de venda de um caminhão. “Iniciamos os trabalhos rapidamente e, apesar do pagamento de R$ 100 mil de resgate, os autores não conseguiram sacar o dinheiro, que foi bloqueado pela Justiça a pedido da PCMG. Conseguimos, também, evitar duas outras tentativas de extorsão mediante sequestro”, explicou Ramon Sandoli.
 
Sandoli informou ainda o trabalho da inteligência investigativa foi fundamental nos casos. ”Além de conseguirmos evitar que os crimes ocorressem, obtivemos êxito, com um trabalho de inteligência investigativa, no caso do sequestro consumado, resgatar as vítimas com a integridade física preservada. Com a desarticulação desta quadrilha, só este ano, já evitamos um total de seis crimes de extorsão mediante sequestro antes que as vítimas fossem feitas reféns”, concluiu.