Uma quadrilha que controlava o tráfico de drogas em Alfenas, na região Sul de Minas Gerais, foi desmontada pela Polícia Civil na 3ª fase da operação “Hora Extra”. O grupo formado por 20 pessoas, apresentado nesta quinta-feira (25), trazia os entorpecentes de Ribeirão Preto, em São Paulo, e distribuía na cidade e também em municípios vizinhos.
 
Segundo o delegado Celso Ávila Prado, a investigação foi iniciada há nove meses, com a identificação do líder da quadrilha, Jair Aparecido Fagundes, de 42 anos, conhecido como o “Jair do Pó”.
 
Nesta última fase, desencadeada nesta quarta-feira (24), três pessoas foram presas, sendo dois em Alfenas e um em Ribeirão Preto. Também foram apreendidos dois veículos. As duas primeiras etapas da operação foram realizadas na semana passada e em 19 de fevereiro.
 
Ao todo, a operação deteve 20 pessoas, sendo dois menores, e apreendeu 10,2 quilos de maconha, 3 quilos e meio de cocaína, 1 mil pinos de cocaína embalados para venda, 15 veículos, além de dinheiro e cheques. Cerca de R$ 900 mil em patrimônio foram bloqueados.
 
O delegado Celso Ávila Prado não descartou a possibilidade da quadrilha ser responsável por outros crimes na região, como homicídios. A investigação continuará.
 
Comércio Seguro
 
Também em Alfenas, a Polícia Civil apresentou nesta quinta-feira o suspeito de ter assaltado quatro estabelecimentos comerciais na última semana. Jairo Nogueira de Araújo, de 27 anos, foi preso nesta terça-feira (24), em Areado, localizada a 25 km de Alfenas.
 
Segundo o delegado Celso Ávila Prado, a investigação chegou até o suspeito por meio da identificação por imagens de segurança do circuito interno dos locais atacados, além das características físicas passadas pelas vítimas.
 
O suspeito entrava nos comércios para comprar cigarros e no momento de pagar, sacava a arma e anunciava o assalto. Jairo negou os crimes e a arma usada não foi encontrada, porém, as vítimas reconheceram o homem, que não tinha antecedentes criminais.