Apenas os serviços considerados essenciais vão funcionar a partir da próxima segunda-feira (11) em Belo Horizonte. O decreto publicado no Diário Oficial do Município (DOM) nesta sexta (8) proíbe a abertura de algumas atividades, como bares, lojas de roupas, shoppings e academias. 

O prefeito Alexandrer Kalil já havia feito o anúncio da mudança na última quarta-feira (6), por meio de um vídeo divulgado nas redes sociais. A decisão foi motivada pelo aumento do número de casos da doença.

O infectologista e membro do Comitê de Enfrentamento à Covid-19 da prefeitura da capital, Estevão Urbano, conversa com a repórter Maria Amélia Ávila sobre a medida, nesta sexta-feira (8), às 17h. A live será transmitida pelo Instagram do Hoje em Dia.