Quase 25 mil condutores mineiros já tiveram a Carteira Nacional de Habilitação suspensa neste ano. O dado foi divulgado na manhã desta sexta-feira (14), pela coordenadora de Infrações e Controle do Condutor, delegada Inês Borges Junqueira.

No no total, 45.194 processos de suspensão estão em andamento junto ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran). Quase 40 mil são por motoristas que somaram a pontuação máxima de 20 pontos. O restante é por aqueles que cometeram infrações que são necessárias a instauração do processo, como dirigir embriagado ou em velocidade 50% acima da média permitida para a via.

O número de multas por embriaguez ao volante é de 1.756 em Belo Horizonte e 14 mil no restante do estado. Já por dirigir acima da velocidade foram 1.346 multas na capital e 8.090 no interior. “Essas são infrações que, mesmo se a pessoa não tiver pontuação excedida, ela perde o direito de dirigir de primeira”, explicou a delegada.

Segundo ela, até o fim do ano o número de processos pode chegar a 50 mil.

Curso

Motoristas que tiveram o direito de dirigir suspenso, devem fazer o Curso do Condutor Infrator, oferecido em autoescolas credenciadas, com carga horária de 30 horas. Após a conclusão, o motorista deve realizar uma prova e apenas se for aprovado pode reaver a CNH.