Quase 90 mil pessoas já foram infectadas pelo novo coronavírus em Belo Horizonte. Segundo os dados do boletim epidemiológico desta segunda-feira (1º), 89.994 belo-horizontinos já positivaram para a doença desde o início da pandemia, em março do ano passado. Nos últimos três dias, desde sexta-feira (2) – data em que o último levantamento foi divulgado –, 1.318 novos casos foram confirmados na capital mineira.

Também desde o fim da última semana, mais 23 mortes foram registradas no boletim. Ao todo, 2.264 pessoas já perderam a vida para a Covid-19 na capital, sendo 1.242 homens e 1.022 mulheres. Os dados também mostram que 82.441 pacientes já se recuperaram da doença e outros 5.289 estão em acompanhamento.

Indicadores de monitoramento

Nesta segunda, dia da reabertura das atividades não essenciais em BH – fechadas desde 11 de janeiro – apenas um indicador de monitoramento da pandemia da Covid-19 na cidade apresentou aumento. A taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), reservados para pacientes com a doença, subiu de 74,5% para 75,7% em hospitais das redes pública e privada. O índice chegou a atingir 86% na última segunda-feira (25) e estava em declínio desde então. O dado segue no nível vermelho do gráfico, em estado de alerta máximo.

Já o número médio de transmissão por infectado (Rt) segue em queda, abaixo de 1 e no nível verde no gráfico do boletim. Nesta segunda, a taxa está em 0,90, o que significa que, em média, 100 pacientes infectados transmitem a doença para outras 90 pessoas. No último boletim divulgado, o número estava em 0,93. Desde o último dia 15 de janeiro – quando atingiu 1,09 – o dado está em declínio

Os leitos de enfermaria também continuam em queda nesta segunda. Das 1.481 vagas, 54,0% estão ocupadas em unidades de saúde do município no momento. No último levantamento, de sexta (27), o índice apontava 56,8%.

Mais de 55 mil vacinados

Até esta segunda, 55.669 pessoas já receberam a primeira dose da CoronaVac em Belo Horizonte, vacina contra a Covid-19 produzida pelo Instituto Butantan, de São Paulo, em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac Biotech. Segundo o boletim desta segunda, 71.276 doses já foram distribuídas aos 212 postos de imunização, sendo 49 hospitais das redes pública e privada, nove Unidades de Pronto-Atendimento, uma do Samu e 152 Centros de Saúde e Equipe Volante.

A partir desta segunda, BH amplia a imunização contra a Covid-19, com o início da aplicação das 57,3 mil doses que chegaram à cidade na última sexta-feira. Dessa vez, cinco novos grupos de pessoas foram adicionados ao plano de vacinação, somando 48 mil pessoas (confira). As vacinas a serem aplicadas correspondem à segunda remessa entregue pelo governo de Minas, composta por cerca de 40,5 mil doses de imunizantes AstraZeneca e 16,8 mil doses da CoronaVac/Butantan.

No total, Belo Horizonte recebeu 192.570 doses do imunizante. Dessas, 6.882 foram distribuídas pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais diretamente aos hospitais Julia Kubitscheck, Eduardo de Menezes e da Polícia Militar. 

Leia mais:
Com vacinômetros, população pode acompanhar imunização nos estados
Veja quantas pessoas cada município mineiro vacinou contra a Covid-19 até o momento
Ministério incentiva doação de sangue antes de imunização contra Covid