Quatro pessoas foram assassinadas em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, nessa segunda-feira (9). De acordo com os militares da 9ª Região da Polícia Militar, um dos crimes trata-se de um duplo homicídio, no qual as vítimas tinham ficha criminal. Dois homens, de 21 e 25 anos, foram mortos no bairro Tibery, por dois indivíduos em uma motocicleta NX Falcon de cor preta. O homem mais novo foi atingido no braço e na região dorsal, já o outro foi baleado três vezes, uma na cabeça e duas vezes no tórax. Eles não resistiram aos ferimentos e morreram na rua Rotary Clube, onde ocorreu o crime. O homem de 21 anos tinha passagem pela polícia por roubo a mão armada e porte ilegal de arma de fogo, ele estava cumprindo pena pelos crimes em regime semiaberto. Já o colega dele era usuário de drogas. Uma motocicleta Honda XL 350 de cor vermelha, que era usada pelas vítimas, foi apreendida no local do crime e encaminhada para o pátio da Polícia Civil.

Já no bairro Jardim Brasília o cenário do crime foi a rua Mercúrio, onde um homem de 28 anos foi morto por disparos de arma de fogo. De acordo com os militares, a suspeita é de que o crime tenha autoria de quatro homens que estavam em um veículo Fiat Uno de cor verde. Testemunhas contaram aos militares que os homens disseram que estavam no local para cobrar uma dívida. O homem que seria o devedor do bando suspeito chamou os homens para dentro da construção onde ele trabalhava para explicar que receberia o salário no fim de semana e que cumpriria com o compromisso de pagá-los, mas não foi isso o que ocorreu. Os homens atiraram contra ele, que chegou a correr para o interior de uma casa, mas morreu na cozinha.

Dois indivíduos que estavam no bairro Jardim Brasília são suspeitos de terem matado um homem de 23 anos na rua Cometa. Os militares disseram que o homem foi encontrado baleado com duas perfurações, no peito e na testa. Sob o corpo dele, foi encontrada uma réplica de pistola e um recipiente contendo 15 pedras de crack. O homem chegou a ser socorrido para o Pronto Socorro da Universidade Federal de Uberlândia, mas ele morreu no local. A mulher da vítima estava no local do crime e acionou a polícia. Ela contou aos militares que ouviu o marido atendeu ao telefone celular e disse que iria "levar o produto", porém, logo em seguida à saída do companheiro de casa ela ouviu disparos de arma de fogo. Quando os policiais chegaram ao local encontraram dois facões e um cabo de vassoura no local do crime, além de dois celulares. O homem tinha passagem pela polícia por tráfico de drogas e havia sido solto em fevereiro de 2012.

Em nenhum dos casos houve prisão dos suspeitos. Os corpos dos quatro homens foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de Uberlândia. A Polícia Civil vai investigar os crimes.