Um motorista de aplicativo, de 34 anos, chegou a ser colocado no porta-malas do carro, mas precisou retornar ao volante após os suspeitos não conseguirem dirigir. O condutor ainda precisou avaliar a corrida solicitada pelos assaltantes, junto à plataforma, com nota máxima. O caso ocorreu na noite dessa sexta-feira (16), em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

De acordo com a Polícia Militar, um homem, de 21 anos, uma mulher, de 20, além de um rapaz e uma moça, de 17 e 14 anos, iniciaram a viagem no bairro Nova Contagem, em Contagem, na mesma região, com destino ao município vizinho. Ao chegarem no local, por volta das 22h50, o grupo anunciou o assalto. Eles usavam uma réplica de arma de fogo.

Os jovens obrigaram o condutor de um VW Gol de cor vermelha a encerrarem a corrida como paga e avaliarem o solicitante com cinco estrelas na plataforma de transporte. Em seguida, ele foi colocado no porta-malas do veículo. O grupo tentou dirigir o carro, mas não conseguiu.

Assim, o motorista foi retirado do bagageiro e encarregado de conduzir o carro, com a missão de levar cada um dos envolvidos até a casa deles. Três foram entregues e, quando faltava apenas um último, o motorista avistou uma viatura policial.

A polícia foi sinalizada e a dupla foi abordada. Ainda conforme a PM, os militares foram nas casas de cada um dos envolvidos e realizaram a detenção dos adultos e a apreensão dos adolescentes. A ocorrência foi encerrada na Delegacia de Plantão de Ribeirão das Neves.

Leia mais:
Arquidiocese retoma visitação ao Santuário da Piedade, em Caeté, com agendamento on-line
Vice-presidente da ACMinas defende pacote urgente de medidas para salvar o comércio
Praticamente todo o comércio de Contagem volta a funcionar neste sábado; veja as regras