Quatro detentos do Presídio de São Joaquim de Bicas, na Grande BH, fugiram do local na madrugada desta segunda-feira (15). Um dos fugitivos, de 24 anos, seria um dos chefes do tráfico de drogas no Aglomerado da Serra, na capital, e teria coordenado a ação. 

De acordo com a unidade prisional, os presos usaram uma corda feita com lençóis, técnica conhecida como "Tereza", para escalar a muralha e fugir. Os outros homens têm idades de 21, 34 e 37 anos.

Em nota, a Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap) informou que está empenhada, juntamente com o apoio da Polícia Militar, para localizar os fugitivos.

"As circunstâncias das fugas ainda estão em apuração pela direção-geral da unidade prisional. De pronto será aberto um Procedimento Administrativo para apurar possíveis responsabilidades internas pelo ocorrido", explicou.

Segundo a Seap, a população pode auxiliar as forças policiais com eventuais informações sobre o paradeiro dos foragidos por meio do 181, Disque Denúncia. O anonimato do denunciante é garantido.