Três homens e uma mulher suspeitos de envolvimento na morte de um policial civil de 34 anos em Ipatinga, no Vale do Aço, foram presos. O crime foi após uma confusão em um bar da cidade no último sábado (17).

Segundo as investigações, o agente estava de folga e teve a arma roubada no bairro Ideal.  “Os investigados iniciaram uma confusão, quebrando copos e garrafas, como pretexto para consumar o crime”.

A vítima, então, teria percebido a situação e rapidamente deixou o estabelecimento, seguindo a pé para casa. Ainda segundo a PC, o policial foi perseguido por cerca de 100 metros e um dos suspeitos aproveitou um momento de distração para tomar a pistola calibre .40 e efetuar vários tiros, que atingiram o tórax e o antebraço direito do agente. Mesmo após cair do chão, o policial ainda levou um tiro na nuca.

Após o crime, os suspeitos fugiram com a arma, que foi recuperada ainda de madrugada pelos policias na casa de um dos suspeitos. Em seguida, os policiais localizaram e prenderam em flagrante os demais envolvidos.

Outras cinco pessoas que estavam no bar também foram levadas para a delegacia para prestar depoimento.

Leia mais:
Policial civil de Ipatinga é morto após briga em bar da cidade