Belo Horizonte conta atualmente com 476 aparelhos de fiscalização eletrônica de diversos tipos de infração (velocidade, avanço de sinal, detector de invasão de faixa exclusiva de ônibus e de circulação de caminhões). Até outubro deste ano, a cidade registrou um aumento de 19% nas infrações em geral, segundo dados da BHTrans, passando de 231.035  para 275.706. Dentre os que mais multam, um equipamento se mantém em primeiro lugar pelo 2º ano consecutivo: o radar da avenida Cristiano Machado, altura do bairro da Graça. 

Até setembro de 2019, este único equipamento, localizado no sentido Bairro/Centro na altura do número 673 da via, no bairro da Graça, região Nordeste de BH, autuou 5.598 veículos. A avenida é uma das principais da cidade, ligando as regiões Norte e Venda Nova ao Centro. O volume é 20% maior do que o do segundo colocado no ranking, um radar localizado na avenida Amazonas, na altura do número 95, que registrou 4.661 infrações no mesmo período. 

radar cristiano machado
Radar instalado na avenida Cristiano Machado foi o "campeão" de multas pelo segundo ano seguido

No terceiro lugar está o equipamento da avenida Waldyr Soeiro, na esquina com a rua dos Americanos, no Barreiro, com 2.069 multas em 4 faixas fiscalizadas. Em seguida aparecem os aparelhos da avenida Presidente Carlos Luz (na altura do bairro Ouro Preto), com 1.754 infrações, e outro radar da Cristiano Machado, desta vez na altura do cruzamento com a rua Pitangui, na região Leste de BH, com 1.641 registros. 

Segundo a BHTrans, o aumento de 19% nos flagrantes de infrações de trânsito ocorreu porque, em 2018, diversos radares estavam passando pela mudança de contratos e, com isso, muitos deles ficaram sem funcionar.

A Prefeitura de Belo Horizonte defende que a quantidade de radares implantados na cidade pela BHTrans tem o intuito de "criar um trânsito mais harmônico e seguro". "A autarquia passou a utilizar equipamentos de fiscalização eletrônica como forma eficaz e confiável para o controle e a redução dos riscos, números e severidade dos acidentes bem como promover a sensação de segurança nos condutores e pedestres", conclui o texto.

Confira o ranking dos cinco radares que mais multaram na cidade até setembro de 2019: 

1º lugar: avenida Cristiano Machado nº 673 - Sentido Bairro/Centro (5.598 registros de infração para quatro faixas fiscalizadas);

2º lugar: avenida  Amazonas, nº 95 - Sentido Bairro/Centro próximo ao Anel Rodoviário (4.661 registros de infração para três faixas fiscalizadas);

3º lugar: avenida Waldyr Soeiro em ambos os sentidos (2.069 registros de infração para quatro faixas fiscalizadas);

4º lugar: avenida Presidente Carlos Luz oposto ao nº 4845 - Sentido Centro/Bairro, logo após a rua Conceição do Mato Dentro (1.754 registros de infração para quatro faixas fiscalizadas);

5º lugar: avenida Cristiano Machado, no sentido Centro/Bairro na saída do Túnel (1.641 registros de infração para quatro faixas fiscalizadas).

Leia mais:
Quem pegar estrada no feriado vai encontrar chuva, radar inoperante e 87 trechos com armadilhas
Barreiro e região Noroeste de BH vão ganhar novos radares; confira os locais
Celular ao volante já rendeu mais de 124 mil flagrantes; são 408 multas por dia
Cinco avenidas concentram 29% dos acidentes registrados em BH