Após defender uma adolescente que era agredida por seu namorado em Governador Valadares, no Vale do Rio Doce, um rapaz de 19 anos acabou perseguido e espancado pelo suspeito e um comparsa, na madrugada da última segunda-feira (10). Câmeras de segurança flagraram toda a ação, que mostra a vítima sendo agredida com golpes de capacete, chutes e socos até começar a sofrer uma convulsão. Os suspeitos, de 26 e 23 anos, foram presos em flagrante por lesão corporal e roubo. 

De acordo com a Polícia Civil (PC), o crime aconteceu por volta de 00h45, no bairro Ilha dos Araújos. Socorrido para o Hospital Municipal pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), o rapaz relatou aos policiais que ia para casa de bicicleta quando avistou dois indivíduos agredindo uma mulher na esquina da rua Quatorze com a avenida Paranaíba.

Diante da situação, ele teria gritado que iria denúnciá-los e, após ligar par a Polícia Militar (PM), seguiu seu caminho. Entretanto, ele percebeu que a dupla montou em uma motocicleta e começou a seguí-lo. Na altura da avenida Rio Doce, os suspeitos o alcançaram e passaram a agredi-lo. 

Nas imagens, é possível ver o momento em que a vítima fica desacordada e os homens pegam o celular em seu bolso antes de fugir. A partir daí, a polícia iniciou buscas na região, sendo que somente na manhã seguinte foi possível localizar a casa dos suspeitos. No local, mesmo ponto onde a violência contra mulher que culminou no espancamento aconteceu, os policiais conseguiram encontrar a menor agredida. 

Adolescente tentou acorbertar agressores

Para os policiais, a adolescente o tempo todo tentava dificultar a localização dos agressores, passando nomes e endereços falsos. Porém, os agentes acabaram percebendo que a dupla estava no imóvel, onde eles acabaram presos em flagrante por lesão corporal e roubo. O celular do rapaz espancado foi encontrado debaixo do botijão de gás da casa e a moto usada na ação também foi apreendida no local. 

Após a prisão, os dois homens foram conduzidos para a delegacia e, ainda de acordo com a PC, confirmaram que seriam os autores das agressões contra o rapaz. Porém, a dupla negou que tenha roubado o celular, dizendo que pegaram o aparelho "somente" para que a vítima não tivesse como pedir socorro. Após a prisão em flagrante, os dois foram encaminhados para o sistema prisional. 

Leia mais:
Marias da Penha de Minas: 'Guardiãs' dedicam a vida a cuidar de mulheres que sofreram violência
Idosa dá 'gravata' e desacorda mulher em briga de trânsito em Poços de Caldas; assista ao vídeo
Homem bate na mãe e na esposa após elas agredirem a amante dele em Uberaba