Um bebê recém-nascido foi encontrado sem vida, com vários cortes pelo corpo, dentro de uma lixeira da Unidade de Pronto de Atendimento (UPA) Nordeste, no bairro Concórdia, em Belo Horizonte. A mãe, uma adolescente de 16 anos é a suspeita pelo crime, após dar a luz à criança, dentro do banheiro do local.
 
Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Saúde, a menor deu entrada às 5h19 na UPA Nordeste, queixando-se de dor abdominal e ao urinar. Ela foi atendida por um médico, que solicitou um exame de sangue para confirmar a gravidez, negada pela paciente.
 
“Enquanto esperava o resultado do exame, a menor foi sozinha ao banheiro. Devido à demora, as enfermeiras foram chamadas, entraram e encontraram a mãe e o recém-nascido, que estava na lixeira e com cortes pelo corpo”, informou em nota a Secretaria de Saúde.
 
Um outro médico ainda teria tentado salvar o bebê, mas sem sucesso. As polícias Militar e Civil foram acionadas e o corpo da criança foi enviado para o Instituto Médico Legal (IML). A adolescente foi encaminhada para o Hospital Odilon Behrens para atendimento pós-parto e depois deverá ser levada para a delegacia da PC.