Layssa Graziela Moreira, de 6 anos, deu nota 100 para a batata frita, mas ficou na dúvida na hora de apontar o que mais havia gostado. Rodeada de novidades, ela e outros 35 coleguinhas da Creche Comunitária da Vila Cemig, na região do Barreiro, em Belo Horizonte, entraram, a maioria deles, pela primeira vez em um restaurante, na tarde dessa terça-feira (7). O anfitrião foi o tradicional Maria das Tranças, na região da Pampulha.

A visita fez parte da programação da Semana da Criança Abrasel, que vai até sexta-feira, e é realizada no Brasil todo. O projeto, que acontece há três anos na capital, tem como objetivo promover a socialização de meninos e meninas, sobretudo aqueles em situação de vulnerabilidade, e proporcionar novas experiências a eles na semana que antecede o 12 de outubro.

“Muitos estabelecimentos não se contentavam em passar o Dia das Crianças sem fazer nada por elas. Então, resolveram abrir as portas para recebê-las e proporcionar um dia diferente, especial”, detalhou o diretor-executivo da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes de Minas Gerais (Abrasel MG), Lucas Pêgo.

Até sexta-feira, 500 crianças de 18 instituições de Belo Horizonte visitarão os 12 estabelecimentos que toparam abraçar o projeto. O tour pelos restaurantes tem duração média de duas horas e vai da cozinha à degustação dos pratos mais tradicionais dos locais.

“Estou amando tudo”, resumiu Layssa, entre uma batatinha frita e outra.