Começou neste sábado (14) a sequência diária das blitze da campanha “Dirija sem Bebida. Sou pela Vida”, que agora passam a ser mais severas. Várias blitze foram realizadas em Belo Horizonte, sendo a principal delas nos dois sentidos da avenida Getúlio Vargas, altura do colégio Sagrado Coração de Maria, no bairro Funcionários, região Centro-Sul.

Conforme a Resolução 206/06 do Conselho Nacional do Trânsito (Contran), caso o motorista se recuse a fazer o teste do bafômetro, o agente de trânsito - da Polícia Militar ou Guarda Municipal - poderá caracterizar o nível de embriaguez por meio de outras provas admitidas em direito, com base em sinais de embriaguez, excitação ou torpor resultantes do consumo de álcool ou qualquer outra droga.

De 14 de julho de 2011 a 8 de julho passado, a campanha abordou 21.735 veículos. Ao todo, foram registrados 468 crimes de trânsito (condutores com nível de álcool no sangue acima de 0,34 mg/l), 1.303 infrações de trânsito (índice de álcool no sangue entre 0,14 e 0,33 mg/l). Entre 5 de agosto de 2011 - quando começou a fase definitiva da campanha e não soprar o bafômetro passou a ter punição administrativa – e 8 de julho, de 19.736 motoristas abordados, 591 se recusaram a fazer o teste. Todos foram multados em R$ 957,70 e tiveram a CNH apreendida.