Mais de dez bairros ribeirinhos de Governador Valadares, no Leste do Estado, estão alagados por causa das chuvas que atingiram a região nos últimos dias e elevaram o nível do rio Doce, que chegou a 3,93 metros acima do nível normal na tarde desta segunda-feira (27).

A cidade decretou situação de emergência e, segundo nota divulgada pela prefeitura, as inundações atingem, principalmente, os bairros Ilha dos Araújos, Santa Rita, São Pedro, São Tarcísio e São Paulo. Nessas regiões foram atingidas cerca de 50 mil pessoas, sendo que 15 mil estão desalojadas e 292 desabrigadas.

Veja as imagens feitas pela Polícia Militar:

O prefeito André Merlo informou que além de obter recursos federais e estaduais para a recuperação da cidade, o decreto de emergência vai favorecer as pessoas que tiveram os seus imóveis afetados pelas chuvas, já que poderão solicitar a liberação do FGTS. “Vamos fazer o que tiver ao nosso alcance para minimizar os impactos provocados pelas cheias do rio Doce. Estamos engajados, somando forças com os demais órgãos de defesa social para amenizar o sofrimento das famílias e os prejuízos para a nossa cidade”.

A Defesa Civil informou que faz o monitoramento do rio Doce e que o pico da enchente já ocorreu. A expectativa é que a situação volte à normalidade nas próximas horas. “Nós fizemos um trabalho de preparo e as famílias foram avisadas com mais de 24 horas que o rio ia subir. Carros de som também circularam pelas regiões avisando os moradores que foram levados para seis abrigos. Elas estão recebendo toda assistência psicológica, além de alimentação”, explicou o major Adelson Ferreira Bento, diretor da Defesa Civil.

Festa cancelada

Por causa dos estragos causados pela chuva, a prefeitura cancelou a programação de aniversário da cidade, marcada para o dia 30 deste mês.

“Diante da enchente do rio Doce que atinge dezenas de bairros da cidade, a Prefeitura de Governador Valadares decidiu cancelar todas as festividades que aconteceriam no próximo dia 30 de Janeiro, quando é comemorado o aniversário da cidade. A prefeitura entende que o momento é de extrema gravidade e o melhor presente a ser dado para a cidade é a solidariedade e o cuidado para com as famílias que sofrem com a cheia. Fica mantida, no entanto, a realização da Corrida Rústica marcada para o dia 02 de Fevereiro, às 7h, na Praça do Emigrante”, diz o comunicado.