O movimento nas praias e piscinas fica em alta até pelo menos o carnaval. E muita gente se expõe principalmente nos horários errados. Quem se expõe nesses horários de sol mais forte precisa usar chapéu, recorrer a roupas com proteção solar e ficar embaixo do guarda-sol. Outra dica importante é reaplicar sempre o filtro solar após o mergulho na água ou suor excessivo.

Para o coordenador do HCor Onco, o médico oncologista Auro Del Giglio, as pessoas devem priorizar a exposição solar antes das 10 horas da manhã e depois das 4 horas da tarde. Nesse período, há menor radiação UVB, que provoca queimaduras, sendo o principal fator de risco para o desenvolvimento de câncer de pele. 

O médico lembra que dia 4 de fevereiro é o dia mundial de combate à doença. A data serve de alerta para a população. O câncer é considerado a segunda principal causa de morte no Brasil e no mundo, perdendo apenas para as doenças cardiovasculares. Por isso, o oncologista separou 10 dicas de prevenção ao câncer de pele. Confira:

  1. Limite o consumo de bebidas alcoólicas. O indicado para homens é o consumo de duas doses por dia. Para mulheres, apenas uma.
  2. Mantenha-se fisicamente ativo por pelo menos 30 minutos todos os dias.
  3. Não use suplementos alimentares para se proteger contra o câncer. Tenha somente a alimentação como objetivo de alcance das necessidades nutricionais.
  4. Mantenha-se no peso ideal para sua altura.
  5. Limite o consumo de carnes vermelhas e evite carnes processadas (embutidos em geral).
  6. As mães devem amamentar as crianças até os seis meses. O leite materno é um alimento essencial para saúde do corpo.
  7. Evite bebidas açucaradas (refrigerantes, sucos artificiais) e limite o consumo de alimentos e bebidas de alto valor calórico.
  8. Limite o consumo de alimentos salgados e de comidas industrializadas com sal.
  9. O ideal é consumir uma grande quantidade de alimentos de origem vegetal como hortaliças, frutas, cereais e grãos integrais.
  10. Não fume.

Segundo Giglio, as causas de morte por tumor poderiam ser menores se a população mudasse seus hábitos de vida. Tais mudanças são responsáveis por evitar até 40% de todos os tipos de câncer.

Fonte: oncologista Auro Del Giglio, coordenador do HCor Onco