Uma passeata em defesa da permanência da Samarco em Mariana, na região Central, está prevista para o início da noite desta terça-feira (17). O ato foi marcado pela comunidade criada no Facebook "FicaSamarco" e convidou cerca de 1.300 pessoas.

O convite foi estendido a moradores, funcionários da mineradora e comerciantes. Com o lema "Justiça sim, desemprego não" os organizadores temem o impacto econômico na cidade, caso a Samarco encerre as atividades.

Preocupação

Um vídeo compartilhado na página da comunidade mostra o presidente do Sindicato Metabase de Mariana, Ronaldo Bento, também manifestando o receio de desemprego na região.

"Em nosso município e adjacências, somos dependentes desse produto (minério) e da mineração", ressalta Bento no vídeo. O presidente ainda destacou que a categoria quer a responsabilização da empresa, mas não a saída dela. "Ela é meio de sustento de nossas famílias, mas que continue de forma respeitosa", completa.