O humorista Sérgio Mallandro, 63 anos, ajuizou processo contra uma academia de Belo Horizonte após a empresa supostamente utilizar-se indevidamente da fama do artista. A ação, que reivindica direito de imagem e indenização por danos morais, terá audiência conciliatória ainda neste mês. 

De acordo com o humorista, sua fotografia e parte do seu bordão foram ilegalmente empregados em campanha publicitária de um espaço de ginástica localizado na região Centro-Sul da capital. No folheto, supostamente atribuído à empresa, a academia oferece descontos e diz: "aqui não é pegadinha". 

sm

Folheto teria circulado na zona Sul de BH com chamada para sorteios da academia

O processo tramita na primeira instância do Juizado Especial do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) com prioridade à pessoa idosa, em concordância à Lei nº 10.741 de 2003, a pedido de Mallandro. O processo foi aberto no dia 17 de outubro e terá sua primeira audiência no dia 30 deste mês. 

Outro lado

A reportagem conversou com o advogado responsável pelo caso, Rodrigo Muguet da Costa, que se esquivou em dar informações. Ele recomendou o contato com a assessoria de imprensa do humorista, que não atendeu às ligações. 

O responsável pela academia processada não foi localizado no estabelecimento e ninguém quis falar sobre o assunto.