Um empresário de 43 anos, sócio da rede de sacolões Abastecer, foi executado com 12 tiros na noite de quinta-feira (11), em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O crime ocorreu por volta das 20h, na avenida Mandaguary, no bairro São Benedito.

Até o momento, de acordo com a Polícia Militar, os suspeitos não foram identificados. A motivação do assassinato também não foi esclarecida. Contudo, algumas hipóteses devem ser investigadas pela Polícia Civil.

Populares relataram aos militares que, além dos sacolões, o empresário emprestava dinheiro a juros. O sogro contou que a vítima participava de um grupo na internet de compra e venda ouro. 

Recentemente, segundo relato do sogro à polícia, o empresário se envolveu em uma discussão com um dos integrantes do grupo, mas não soube informar se houve ameaça.

De acordo com o boletim de ocorrência, o sócio do empresário disse que, na última terça-feira (8), dois homens em um Renault Clio abordaram a vítima e, um deles, teria pedido desculpas pela discussão ocorrida no grupo da rede social.

Depois que a dupla foi embora, o empresário teria estranhado a atitude, pois os homens não sabiam onde ele morava e trabalhava e, por isso, não entendeu como foi encontrado.

A motivação do crime será apurada pela Polícia Civil.

Crime

O assassinato aconteceu depois que o empresário, o sócio e dois funcionários fecharam o sacolão. As testemunhas contaram à PM que a vítima seguiu sozinha em direção ao carro, quando os disparos foram ouvidos.

Ninguém viu os autores do crime, que fugiram. O empresário chegou a ser socorrido pelos PMs e encaminhado para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) do bairro Cristina, mas não resistiu aos ferimentos.

O local do crime foi isolado e o celular da vítima apreendido para ser periciado.