Uma “brincadeira” nas redes sociais – mais precisamente um desafio no TikTok – pode colocar em risco a saúde de muitos adolescentes. O suposto potencial de afinar o nariz da substância isotretinoína, remédio conhecido como Roacutan, viralizou nos últimos dias, obrigando a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) a fazer um alerta à população.

Jovens têm postado um “antes e depois”, dizendo terem feito uma “rinoplastia” após iniciarem a medicação. Somadas, as hashtags #roacutancheck e #roacutanchallenge, que convocam para o desafio usando o fármaco, já passam de 29 milhões de visualizações.

Porém, não existem estudos que comprovam o efeito do remédio para remodelar o nariz. Além disso, o medicamento que precisa de prescrição e retenção da receita nas farmácias, é capaz de provocar efeitos colaterais severos, como danos ao fígado, aumento do colesterol e até má-formação do feto no caso de gestantes.

A SBD pontua que a isotretinoína é um derivado sintético da vitamina A, capaz de agir, principalmente, na diminuição da oleosidade e glândulas sebáceas. 

Somente no caso de uma doença chamada rinofima, tipo de outra patologia denominada rosácea, pode ocorrer a redução das glândulas que produzem sebo. Contudo, isso não significa que ocorrerá em outras situações.

“Não existe comprovação de que pessoas sem essa doença possam ter o afinamento. O nariz tem grande diferença em relação à genética da pessoa. A SBD não recomenda o uso do medicamento para essa finalidade”, explica o diretor da entidade, Moysés Lemos.

Vice-presidente da SBD em Minas, Gisele Viana reforça que o Roacutan deve ser administrado apenas após recomendação de um médico. A bula extensa dos efeitos colaterais ainda aponta para os riscos de alterações dos ossos, depressão, anemia e aumento ou redução das plaquetas.

A Roche Farma Brasil, detentora do registro do produto no país, também rebateu os boatos que circulam nas redes sociais, e que não corrobora com o uso off label.

“A dosagem é específica para cada paciente e o medicamento não pode ser utilizado sem prescrição e acompanhamento médico”, diz nota da empresa, que ressaltou seguir integralmente a legislação brasileira.

Até a última sexta-feira, as hashtags #roacutancheck e #roacutanchallenge, que convocam para o desafio de afinar o nariz com o uso do medicamento, já tinham mais de 29 milhões de visualizações

* Especial para o Hoje em Dia

Leia mais:
Semana em BH será de reforço vacinal; saiba os grupos que receberão a 2ª e a 3ª dose
Inflação é medo maior do que Covid em bares de BH