Criado em 2015 com o objetivo prevenir casos de suicídio, o Canal de Valorização da Vida (CVV) passou, no último sábado (30), a atender através de uma linha gratuita pessoas todas as regiões do Brasil.

O canal de atendimento funciona 24h através do número de telefone 188, do site por meio do chat e pessoalmente nos 89 postos de atendimento. A ajuda é oferecida por voluntários localizados em 19 estados e no Distrito Federal.

O CVV foi criado no Rio Grande do Sul e por meio de uma parceria com o Ministério da Saúde e com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), se estendeu para todo o território nacional. Em Minas Gerais, o serviço já está disponível desde o dia 30 de março deste ano.

Como ser voluntário

Quem quiser se candidatar para ajudar a prevenir o suicídio através do CVV, deve ter mais de 18 anos de idade, pelo menos quatro horas disponíveis por semana e vontade de ajudar pessoas. Depois de passar por um curso preparatório gratuito, o candidato passa a ser um plantonista do Programa de Apoio Emocional do CVV. As principais frentes de atuação do plantonista são o atendimento por telefone, voip e o chat. Para se cadastrar e participar gratuitamente do curso, clique aqui e se inscreva.

Outra forma ajudar é através do voluntariado-especialista, no qual os interessados ajudam através de conhecimentos e recursos próprios, como, por exemplo, na divulgação, captação de recursos e tecnologias. Para exercer esse tipo de voluntariado, entre em contato pelo e-mail comunicacao@cvv.org.br.