Reforçar a atenção para a ingestão de muita água durante o verão evita não só a desidratação. Além de blindar o organismo contra tonturas, dor de cabeça e fraqueza, o cuidado ajuda a manter os cabelos brilhantes, unhas fortes e pele firme, combatendo inclusive a celulite. 

Quem dá a dica é a coordenadora do curso de Estética e Cosmética das Faculdades Promove, Lilian Oliveira. “Como nosso corpo tem muita água nas células, quando é feita a hidratação, elas se mantêm funcionando mesmo com as altas temperaturas”, explica.

A professora lembra que o calor faz o corpo “equilibrar” a temperatura interna, provocando, assim, o suor excessivo e a perda de água. “Além do óleo natural e alguns sais minerais. Essa baixa pode deixar as unhas e os cabelos sem a lubrificação natural, favorecendo a descamação”. 

A hidratação também ajuda no metabolismo, impedindo que gordura em excesso seja armazenada. Consequentemente, combate a celulite. “É claro, tudo isso aliado a uma alimentação saudável e atividade física”, afirma a coordenadora do curso de Nutrição das Faculdades Kennedy, Natália de Carvalho Teixeira.

Aliados

Na lista de alimentos capazes de barrar a desidratação, ela cita melão, maçã, melancia, morango, abacaxi, rabanete e nabo. “Consumir alimentos ricos em sal, como os industrializados, hambúrguer e bacon, pode causar a retenção de líquido e favorecer o aparecimento de celulites”, afirma.

Outro alerta vai para as bebidas alcoólicas. Quando ingeridas em excesso, podem elevar a possibilidade de desidratação, uma vez que também aumentam a perda de líquido pela urina. O ideal é maneirar na quantidade e consumir água entre os goles.

Vale lembrar, porém, que nem sempre a desidratação está associada somente à pouca ingestão de água. “Ela pode ser decorrente de uma maior eliminação de água pelo organismo, como ocorre nos casos de sudorese excessiva e no uso de medicamentos diuréticos”, diz a especialista em Nutrologia pela Associação Médica Brasileira (AMB) e Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN) Mariana Wogel.

Além da água, é possível se hidratar com sucos, água de coco, frutas e vegetais

Como perceber a falta de líquidos no organismo?

Erro comum, muita gente bebe água apenas quando está com sede. O corpo, no entanto, dá sinais de desidratação. O primeiro é a cor da urina. “Quando está com a coloração mais forte, amarela escura, ou em menor quantidade, é sinal de que estamos tomando pouco líquido. Por isso, devemos sempre nos policiar”, alerta a nutróloga Mariana Wogel, da Associação Médica Brasileira (AMB).

Ela lembra que a sensação de mal-estar, como tontura e desmaio, é comum durante o verão, já que o corpo é obrigado a produzir suor para regular a temperatura. Com isso, há perda de sais minerais como potássio, sódio e cálcio, que exercem funções importantes no organismo. 

Outro alerta é para dor de cabeça, sonolência, fraqueza, boca e pele secas, queda de pressão e aumento da frequência cardíaca.

Crianças e idosos têm maior facilidade de perder água corporal. Nos mais novos, os sinais podem incluir choro sem lágrimas, febre, vômitos e diarreia, além de moleira afundada em bebês.

Em casos de tontura e indisposição extrema, um banho gelado pode ajudar

(*) Especial para o Hoje em Dia

Leia mais:
Vale tudo pelo bronzeado perfeito? Veja riscos de métodos caseiros e dicas para 'marquinha saudável'