Após flexibilização que permitiu a volta do funcionamento do comércio em abril, Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, vai endurecer novamente as regras pelos próximos 15 dias para conter o avanço da Covid-19, que já matou quatro pessoas na cidade. 

Segundo a prefeitura, como medida de prevenção, durante as próximas duas semanas só poderão funcionar todos os dias o comércio essencial, como farmácias, supermercados, padarias e postos de gasolina. Indústrias, construção civil, transportadoras, bancos, lotéricas, clínicas e laboratórios vão abrir de segunda a sábado. 

Já alguns setores como barbearias, salões de beleza, lojas de roupas e lojas de materiais de construção vão funcionar em dias alternados. 

Academias, bares e restaurantes permanecerão fechados, atendendo apenas no sistema de tele-entrega. Quadras, parques e praças da cidade ficarão interditados. 

As regras valem até o dia 5 de julho, podendo ser prorrogadas caso a situação se agrave. "Esses 15 dias vão ser dias de grande importância para a saúde da nossa cidade. No momento está controlado, graças a Deus, mas a gente está tentando evitar um mal maior ali na frente e nós vamos fazer essas ações. Vamos voltar inclusive com oito carros de som que vão rodar pela cidade com os avisos para o uso correto das máscaras e outras ações com a Guarda Civil", disse o prefeito Cristiano Xavier (PSD).

Assista ao pronunciamento completo:

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Prefeitura enrijece regras de funcionamento do comércio pelos próximos 15 dias Setores funcionarão em dias alternados, com exceção de estabelecimentos como bares, restaurantes e academias que deverão permanecer fechados neste período Em reunião na tarde desta sexta-feira (19), a Prefeitura de Santa Luzia decidiu enrijecer as regras de funcionamento do comércio e atividades. A medida é tomada devido ao crescente número de casos confirmados de covid-19 na cidade e previsão epidemiológica das próximas semanas. A partir da próxima segunda-feira (22), alguns setores como barbearias, salões de beleza, lojas de roupas e lojas de materiais de construção deverão funcionar em dias alternados. Já academias, bares, restaurantes e outros deverão permanecer fechados, atendendo apenas no sistema de tele-entrega esses últimos. As regras valem até o dia 5 de julho, podendo ser prorrogadas caso a situação se agrave. Durante as duas próximas semanas só poderão funcionar todos os dias o comércio essencial, como farmácias, supermercados, padarias, postos de gasolina, entre outros. Indústrias, construção civil, transportadoras, bancos, lotéricas, clínicas e laboratórios podem funcionar de segunda a sábado. Quadras, parques e praças da cidade serão interditadas. A relação com todos os estabelecimentos e dias de funcionamento estará disponível no site da Prefeitura (www.santaluzia.mg.gov.br). O novo decreto, que será publicado ainda nesta sexta-feira, limita as atividades presenciais em igrejas e templos religiosos a no máximo 10 pessoas por evento, podendo ser realizadas transmissões ao vivo. Também está contraindicada a utilização do transporte coletivo urbano aos idosos que possuem direito à gratuidade tarifária entre 6h às 8h e das 17 às 19h. As regras em relação ao transporte coletivo permanecem as mesmas, acrescidas da disponibilização de dispensadores de álcool em gel para higienização de passageiros. Durante essas duas semanas, a fiscalização será intensificada inclusive com carros de som e agentes de segurança. Já neste sábado, a Guarda Municipal e o Departamento de Fiscalização de Obras e Posturas farão ações pela cidade autuando e notificando estabelecimentos que estiver

Uma publicação compartilhada por Christiano Xavier (@chrisdelega) em

O novo decreto, que será publicado ainda nesta sexta-feira (19), também limita as atividades presenciais em igrejas e templos religiosos para, no máximo, 10 pessoas por evento.

A utilização do transporte coletivo por idosos com direito à gratuidade não é recomendada nos horários de pico, entre 6h às 8h e das 17 às 19h. Além disso, continuam valendo a regra da obrigatoriedade de álcool em gel nos veículos para higienização de passageiros. O uso de máscaras também continua sendo obrigatório.

A prefeitura informou ainda que vai intensificar a fiscalização no cumprimento das medidas, com a autuação e notificação dos estabelecimentos que não estiverem de acordo as regras.

Flexibilização

A reabertura do comércio foi autorizada em 24 de abril, quando Santa Luzia tinha oito casos confirmados de novo coronavírus e nenhuma morte. Quase dois meses depois a cidade tem 151 casos confirmados, com a morte de quatro pessoas.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Casos de óbitos confirmados pelo novo coronavírus sobem para quatro em Santa Luzia, mas registros são um dos menores na região metropolitana . O aumento foi devido a casos que estavam em investigação de causa semanas antes e só hoje foram confirmados pela Secretaria Estadual de Saúde. . Nesta quarta-feira (17) foram confirmados, em Santa Luzia, outros dois óbitos relacionados à Covid-19. As vítimas, dois homens de 79 e 89 anos apresentavam comorbidades e faleceram na Santa Casa, em Belo Horizonte mas residiam em Santa Luzia. . Em pesquisa aos dados da região metropolitana temos o seguinte ranking de óbitos: . Belo Horizonte...........83 Betim….......................24 Contagem..................27 Ribeirão das Neves....08 Santa Luzia................04 Vespasiano.................01 . Vale ressaltar que o perfil epidemiológico de todos os óbitos confirmados pela Covid-19 na cidade, é de pessoas idosas e pertenciam ao grupo de risco com comorbidades associadas. . A Prefeitura reitera e pede a toda população que mantenha as medidas de cuidados e prevenção no combate à proliferação do novo Coronavírus. O uso de máscara é necessário e obrigatório, assim como hábitos de higiene e o isolamento social para evitar a propagação da doença. Com essas medidas venceremos juntos essa batalha e não será necessária a adoção de novas e rígidas restrições. . #SantaLuzia #Saúde #Covid19 #CoronaVírus

Uma publicação compartilhada por Prefeitura de Santa Luzia - MG (@prefeiturasantaluzia) em