A Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap) apura a denúncia de maus-tratos a detentos dentro do Complexo Penitenciário Público-Privado (CPPP), em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Segundo familiares, os presos resolveram fazer greve de fome na tentativa de pedir melhores condições de tratamento. Alguns parentes utilizaram as redes sociais para relatar os possíveis maus-tratos.

Em nota, a Seap informou que os detentos da unidade II do complexo penitenciário recusaram as quatro refeições dessa segunda-feira (13). A pasta informou ainda apura os motivos e as circunstâncias da situação.