O secretário de Esportes de Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, foi demitido na manhã desta quarta-feira (27) após furar a fila da vacina contra a Covid-19, aplicada no município, nesta primeira etapa, em profissionais da área de saúde que atuam na linha de frente do combate à pandemia.

O descaminho foi descoberto após o cruzamento de dados feitos por uma auditoria. "Após apuração e cruzamento de dados feitos pela auditoria preliminar da Secretaria de Saúde Municipal, foi identificado que o munícipe vacinado foi o Secretário Municipal de Esportes". 

Ainda segundo a prefeitura, outras pessoas envolvidas na fraude foram exoneradas. "Também já foram identificados os funcionários que falharam com a guarda e os cuidados necessários e fizeram a aplicação".

O executivo municipal também disse que será aberto um processo administrativo e feita uma ocorrência policial para que todas as medidas necessárias, administrativas e criminais, sejam tomadas. 

Até o momento, a auditoria não encontrou outros desvios de doses da vacina. "Agora, os protocolos serão reforçados para que tal ato não volte a acontecer na cidade", conclui o comunicado.

Denúncias 

As denúncias de imunização de pessoas não pertencentes aos grupos prioritários devem ser feitas na Ouvidoria-Geral do Estado, Disque-Saúde (136), Ministério Público de Minas e Ouvidoria do Ministério da Saúde.

Em apenas uma semana da campanha de imunização, o Estado já recebeu 20 denúncias de “fura-filas”.