Um vídeo que mostra um suposto churrasco realizado dentro do presídio de Francisco Sá, no Norte de Minas, está sendo apurado, afirma a Secretaria de Estado de Segurança Pública/Administração Prisional (Seap). De acordo com a pasta, a direção-geral da unidade prisional abriu um procedimento interno para verificar o caso.

Os homens que aparecem no vídeo de forma descontraída seriam agentes penitenciários. Por meio de nota, a Seap afirma que "repudia veementemente este tipo de conduta por parte dos seus servidores e ressalta que, constatada a veracidade dos fatos, as medidas disciplinares cabíveis serão tomadas oportunamente conforme a lei".