Após 25 dias da catástrofe que atingiu cidades da região Central de Minas, o Plano de Assistência Social para as vítimas de Barra Longa, um dos mais afetados pelo rompimento da barragem de rejeitos Fundão, foi concluído. A cidade teve 120 casas e 309 moradores atingidos.

A Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social (Sedese) informou que entregou, nesta semana, o documento que propõe ações em curto e médio prazo.

A curto prazo, o órgão montou o esquema de recebimento e distribuição das doações. De acordo com a Sedese, os estoques de água, roupas e cestas básicas são suficientes para o próximo mês de dezembro.

“No entanto, os moradores atingidos precisam de doações de material de higiene pessoal (shampoo, sabonete etc) e roupas de cama e banho. E para o Natal, seria bom o envio de brinquedos para as crianças”, explica a socióloga Marta Silva, coordenadora da equipe da Sedese em Barra Longa.

Um dia após a tragédia, que ocorreu no dia 5 deste mês, técnicos da Sedese foram deslocados para a região para apoiar "a oferta de assistência social".

Outras medidas, de médio prazo, também foram apresentadas. Entre elas a contratação de uma equipe de assistência social pela Samarco para atender os atingidos nos próximos seis meses. Segundo a Sedese, a empresa já contratou três assistentes sociais e um psicólogo, que estão fazendo o levantamento e o acompanhamento de famílias, com o apoio de um assistente social do Cras de Barra Longa.

Além disso, o plano prevê a contratação de uma equipe volante para assumir as ações emergenciais, como a busca ativa das famílias, e assim colaborar com a atuação das equipes dos Cras e dos Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV). A proposta abrange famílias e indivíduos atingidos nas localidades de  Gesteira, Barretos, Onça, Mandioca, São Gonçalo, Bueno, Fazenda dos Corvinos e centro de Barra Longa.

Plano de Mariana

Em Mariana, o Plano de Ação da Assistência Social, também elaborado pelos técnicos da Sedese em parceria com a prefeitura, foi entregue à secretaria Municipal de Assistência Social e está em fase de implantação com ações de curto e médio prazo.