Uma adolescente grávida, de 14 anos, foi baleada com três tiros na cabeça na noite do último sábado (18), no bairro Jardim do Lago, em Juatuba, região metropolitana de Belo Horizonte. Junto com a vítima, estavam ainda outras duas mulheres: uma de 20, que também foi acertada com outros dois tiros no crânio, mas sobreviveu, e outra de 18 anos. 

De acordo com a Polícia Militar, as mulheres estavam dentro de casa, quando quatro homens conhecidos chegaram até o local armados. A casa seria próxima de um ponto de tráfico de drogas, conforme os militares. 

Segundo a jovem de 18 anos, que narrou os fatos aos policiais, os homens se aproximaram da residência e não deram chance de reação ou defesa às vítimas. Os supostos criminosos apontaram as armas e disseram para que elas não corressem. 

Elas tentaram escapar por uma pequena janela nos fundos da casa. A adolescente grávida foi baleada e caiu no local. A outra vítima, de 20 anos, também recebeu dois tiros na cabeça. 

Quando os militares chegaram ao local, identificaram que uma das mulheres caída ao solo aparentava não ter mais sinais vitais. Outra, de acordo com a PM, fingiu estar morta. O socorro foi acionado e a vítima que teve duas perfurações foi encaminhada para o hospital, mas não teve estado de saúde divulgado. 

Segundo a PM, um adolescente, de 16 anos, apareceu no local dizendo ser autor do crime portanto um revólver de calibre 38. No entanto, os militares constataram que a arma não parecia ter sido utilizada recentemente e disseram ainda que o menor deu uma versão divergente dos fatos. 

A ocorrência, a arma e o menor foram encaminhados para a 3ª Delegacia de Plantão de Betim. Lá, o adolescente prestará esclarecimentos.