Um homem de 42 anos foi preso em flagrante enquanto desmanchava dois veículos roubados em um galpão no bairro Piratininga, na região de Venda Nova, em Belo Horizonte. Segundo a Polícia Civil, o suspeito, que estava com mandado de prisão em aberto há cinco anos, utilizava identidade falsa. 

A ação e os locais de desmonte de automóveis estão sendo alvos de operações de agentes policiais na última semana. Segundo o  coordenador de operações policias do Departamento de Trânsito (Detran-MG), Cláudio Utsch, a intensificação da fiscalização ocorre porque, “em breve, haverá uma atuação muito grande envolvendo a Lei do Desmonte, cuja legislação federal já foi publicada”. “Essa força tarefa visa identificar os pontos e fulminar este mercado clandestino", completou.

Na terça-feira (4) outros dois suspeitos, de 33 e 43 anos, foram presos em flagrante por receptação e adulteração de veículos. Os dois utilizavam galpões independentes para desmanchar automóveis e revender peças usadas sem declarar procedência e sem autorização do Detran. 

Um dos estabelecimentos funcionava no bairro João Pinheiro, na região noroeste da capital. Os policiais flagraram o suspeito desmontando uma Captiva com todos os sinais identificadores retirados. No local, os agentes também encontraram um Cruze com cadastro irregular. Em outro galpão, no bairro Amazonas, em Betim, Região Metropolitana de Belo Horizonte, o outro suspeito foi encontrado desmanchando um Fiat Linea sem sinais identificadores. 

Os dois homens foram autuados por receptação e adulteração de sinal identificador de automóveis. Um dos suspeitos já havia sido investigado por furto e adulteração de chassi de veículos em Betim em 2013. Na época, os agentes haviam apreendido uma pistola 9mm na casa dele e decretado mandado de prisão. No entanto, ele conseguiu escapar da polícia e foi localizado somente agora, com esta operação.