Morreu na madrugada deste sábado (26) o estudante de Eletrônica Thales Cacovichi, conhecido como Sadan, de 23 anos, em Belo Horizonte. O jovem sofreu dez golpes de canivete desferidos por um colega de classe, no último dia 17, e estava internado em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital de Pronto-Socorro João XXIII.

O que motivou a agressão, ocorrida na porta do Centro Tecnológico de Eletroeletrônica César Rodrigues (Cetel), da rede Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), no bairro Horto, foi uma nota zero tirada em sala de aula. 

O suspeito Ademilson Brandão da Silva, de 33 anos, havia sido pego colando em uma prova e, ao receber a nota do teste e tentar argumentar com o professor, o rapaz se alterou. Thales e outros alunos tentaram apartar a situação e, na saída da aula, o estudante atingiu o colega. 

Leia mais:

Estudante tenta conter briga provocada por cola e é esfaqueado em BH

Após o ocorrido, a Polícia Militar foi acionada. Ao chegar no local, os militares encontraram Thales caído inconsciente na porta da instituição e o encaminharam via Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Hospital João XXIII. Thales chegou a passar por uma cirurgia, mas não resistou as ferimentos e faleceu. 

Ademilson foi preso pela Polícia Militar na rua São Joaquim, próximo ao local da ocorrência. Ele confessou o crime e foi encaminhado para a Central de Flagrantes I (Ceflan I).