Uma travesti foi encontrada morta, caída próxima à linha férrea, na avenida do Contorno, no Centro de Belo Horizonte, na noite do último sábado (22). A vítima, ainda sem identificação, tinha idade aparente de 42 anos e apresentava sinais de violência.

Conforme a Polícia Militar, uma moradora de rua passava pelo local, quando encontrou o corpo caído no solo, sem calças, e com a calcinha abaixada até o joelho. Ela afirmou aos militares que já havia visto a mulher na região, mas que não a conhecia.

A vítima foi ferida gravemente no pescoço e na cabeça com objeto cortante. A perícia constatou que a mulher carregava, no sutiã, dois chips de celular e um cartão de memória. A polícia não soube informar, no entanto, se há indícios de violação sexual. 

O corpo foi recolhido e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) e a ocorrência foi levada à Central de Flagrantes (Ceflan 2).