Nesta segunda-feira (23), a Itália fez o último treino antes do duelo decisivo para sua sobrevivência na Copa do Mundo, diante do Uruguai, terça, às 13 horas (de Brasília), na Arena das Dunas. A Azurra trabalhou sob chuva em Natal no reconhecimento do gramado. Com temperatura amena, os jogadores ficaram no estádio por pouco mais de uma hora, realizando um rachão em campo reduzido.

O goleiro Sirigu - que substituiu Buffon no primeiro jogo da Itália na Copa do Mundo de 2014 - assustou os médicos ao cair de mal jeito e reclamar de fortes dores no joelho direito. Após atendimento, ele retornou à atividade normalmente.

O rachão, comandado pelo técnico Cesari Prandelli, misturou titulares e reservas e teve a vitória da equipe sem colete por 2 a 0, com um gol de Mario Balotelli.

Mesmo com o treinamento totalmente aberto à imprensa, Prandelli não deu pistas sobre a escalação de sua equipe, que poderá ter pela primeira vez no Mundial Balotelli e Immobile atuando lado a lado no ataque italiano.

"Em primeiro lugar, eu nunca disse que eles não poderiam atuar juntos. A partir do momento que você decide jogar com dois atacantes precisa pensar também no esquema tático. Às vezes, não é o número de atacantes que importa, mas as oportunidades de preencher o campo de ataque. Nós temos ideias, mas até o último momento quero manter todos em alerta par estarem prontos", finalizou.