Após oito meses sem receber público, o Expominas poderá voltar a ser usado para eventos. Nesta quarta-feira (14), foi finalizada a desmontagem do Hospital de Campanha e o espaço, devolvido aos gestores. Com 72 mil metros quadrados, o local tem capacidade para receber até 45 mil pessoas.

Segundo a direção, há eventos agendados para 2020, mas é preciso aguardar a liberação da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH). “Os produtores estão acostumados a trabalhar com as novidades de licenciamentos e alterações nas leis. Se tem um setor que pode responder com muita agilidade e competência na implantação dos protocolos sanitários é o de eventos”, afirmou a diretora de negócios e marketing do Expominas, Márcia Ribeiro. 

Procurada pela reportagem, a PBH informou que está analisando a retivação de eventos e deve anunciar a decisão em alguns dias. 

Hospital de Campanha

Erguido em abril no Expominas para receber até 740 pacientes, o Hospital de Campanha foi desmontado sem ter recebido infectados pela Covid-19. O anúncio de que a unidade seria desfeita foi feito em setembro pelo Governo de Minas.

As camas e os equipamentos foram absorvidos pelo serviço público de saúde, segundo o secretário de governo, Mateus Simões.