Após cinco meses fechadas, as academias de Belo Horizonte poderão reabrir na próxima segunda-feira (31). Não haverá restrição de horário nem de dias de funcionamento. O uso das piscinas também está liberado. Porém, uma série de medidas de segurança devem ser adotadas para evitar a proliferação do novo coronavírus. O decreto com todas as regras será publicado no sábado (29).

Algumas medidas, no entanto, foram antecipadas nesta quinta-feira (27) pela prefeitura. Os estabelecimentos deverão verificar a temperatura dos alunos antes de autorizar a entrada. Quem apresentar mais de 37,8Cº será barrado.

Além disso, a capacidade deve ser restrita a uma pessoa a cada 7 metros quadrados. A máscara de proteção é obrigatória e, preferencialmente, os alunos deverão agendar a ida ao centro de treinamento. 

Ao anunciar o retorno das academias, o secretário municipal de saúde, Jackson Machado, ressaltou que todas as regras deverão ser cumpridas para que os casos da doença não explodam na metrópole. Caso isso ocorra, a capital voltará a ser fechada.

“É importante que cada aluno higienize o aparelho antes do uso”, ressaltou. Atualmente, conforme a Secretaria Estadual de Saúde (SES), BH tem 31.391 infectados e contabiliza 912 mortes por Covid-19.

Confira como será o funcionamento:

- Capacidade máxima de 1 pessoa a cada 7 m² em ambientes fechados, incluindo os funcionários;
- Realizar controle de entrada e saída para assegurar a lotação máxima;
- Aferir as temperaturas dos frequentadores por termômetro digital antes do acesso ao local;
- Impedir a entrada de pessoas sem máscara ou a utilizando de forma inadequada;
- Barrar o acesso de pessoas que apresentarem temperatura corporal acima de 37,8ºC;
- Demarcar, no exterior do estabelecimento, os espaços em que os frequentadores devem aguardar para entrar, ou reservar um local separado das áreas de treino, respeitando, em ambos os casos, o distanciamento de 2 metros;
- Criar um sistema de acesso por fluxo contínuo, para que não ocorra contra fluxo entre os frequentadores;
- Higienizar com frequência as mãos com água e sabão ou álcool 70%;
- Evitar tocar olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
- Manter uma distância mínima de 2 metros de qualquer pessoa;
- Evitar abraços, beijos e apertos de mãos