A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) informou que será publicada nesta quarta-feira (30) uma resolução que suspende todas as análises de processos de licenciamento ambiental para barragens de rejeitos em Minas, independentemente do método utilizado para construção das mesmas. 

A publicação do texto considera a decisão do governo federal sobre a necessidade urgente de alteração das regras previstas na Política Nacional de Segurança de Barragens. 

Ainda segundo a Semad, ainda foi levado em consideração a resolução da União que recomenda aos órgãos e entidades da administração pública federal ações de resposta à ruptura da barragem do Córrego do Feijão.

A medida, de acordo com a Semad, vale até que novas regras sejam publicadas pelos órgãos competentes. Pela resolução, porém, as demais atividades que não tenham ligações com barragens poderão continuar com a análise de licenciamento ambiental.

Leia mais:
Justiça proíbe operação e ampliação de barragens em MG, inclusive as já em processo de licenciamento
Vale vai fechar todas as barragens iguais à de Brumadinho
Novo balanço da Defesa Civil aponta 84 mortos e 276 pessoas desaparecidas
Denúncia aponta que Vale sabia que barragem teria se movido 40 centímetros