Cerca de 300 servidores, segundo estimativa do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público do Estado de Minas Gerais (SindPúblicos), deixaram a Cidade Administrativa, no bairro Serra Verde, na região Norte de Belo Horizonte, após receberem a informação de pagamento do restante da segunda parcela do salário referente ao mês de julho. 

Pela manhã, o grupo realizou manifestação no local e informou que ficaria acampado caso o pagamento não fosse feito. Segundo o diretor político do SindPúblicos, Geraldo Antonio Henrique da Conceição, no início da noite, a maior parte já tinha sido creditada. O valor deveria ter sido pago na segunda-feira (27).  

Na manhã desta quarta-feira (29), o governador Fernando Pimentel afirmou que 90% dos servidores receberam a segunda parcela do salário. Os outros 10% devem ser pagos até o dia 31 de agosto, data agendada para o pagamento da terceira parcela.

De acordo com Inês Soares, agente governamental da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão de Minas Gerais (Seplag) e diretora do SindPúblicos, a manifestação teve início por volta das 9h no térreo da Cidade Administrativa, seguiu para o sétimo andar (local onde funciona a Secretaria da Fazenda, pasta responsável pelo pagamento da folha) e depois seguiu em direção ao terceiro andar, área da Seplag. 

"Temos contas a pagar e os juros estão correndo", afirmou Inês. Ainda segundo a sindicalista, os rendimentos de algumas secretarias, como segurança pública, foram pagos na data combinada, mas pastas como educação e Ipsemg seguem sem pagamento. 

Confira nota do Governo na íntegra:

"Dando sequência ao pagamento da segunda parcela, iniciado na última segunda-feira (27/8), o Governo de Minas Gerais informa que os valores foram depositados na conta de todos os servidores da ativa e também de parte dos inativos e pensionistas. Os depósitos continuarão a ser efetuados até a próxima sexta-feira (31/8).

É importante esclarecer que, em função dos déficits financeiros acumulados e, consequentemente, por uma questão de fluxo de caixa do Tesouro Estadual, a terceira e última parcela será paga na próxima semana.

Tal medida afeta 13% dos servidores do Executivo Estadual, uma vez que os outros 87% recebem os salários integrais em duas parcelas.

Vale ressaltar ainda que neste mês de agosto, por iniciativa do governador Fernando Pimentel, foi criada uma comissão, formada por representantes do governo e de sindicatos, para acompanhar, de forma transparente, os dados fiscais do Estado, como entrada e saída de recursos, fluxo de impostos, sanções do governo federal e o pagamento da folha.

Atenciosamente,

Superintendência Central de Imprensa

Governo do Estado de Minas Gerais". 

Leia mais:
Pagamento de 2ª parcela de salário de servidores será concluída dia 31, diz Pimentel