Os servidores municipais de Belo Horizonte prometem fazer uma paralisação total nesta terça-feira (6).
 
De acordo com o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Belo Horizonte (Sindibel), o previsto é que os trabalhadores decidam entrar em greve durante o protesto, já que a prefeitura manteve a proposta de 5,56 % de reajuste salarial e R$ 1 a mais no vale-alimentação a partir de outubro. A posição da PBH foi decidida e passada para os servidores nesta segunda-feira (5).
 
A categoria irá se reunir às 8 horas e 30 minutos da manhã, na Praça da Estação, no centro da capital mineira, e pede 15% de reajuste e aumento do vale-alimentação para R$ 28. A resolução de pontos específicos de cada área também é cobrada. Os pedidos foram acertados entre os servidores durante assembleia geral ocorrida no dia 9 de abril deste ano, quando a proposta de 5,56 % já havia sido rejeitada.
 
Conforme a Sindibel, a proposta da prefeitura "oferece apenas a reposição da inflação de 2013 e só a partir de outubro de 2014, quando na prática já se terá acumulado mais 10 meses de inflação".