O ex-diretor do Departamento de Recursos Humanos da Prefeitura de Ituiutaba foi preso pelo desvio de mais de R$ 2 milhões em verbas da saúde.
 
A “Operação Plantão Médico”, iniciada em abril deste ano, apurou que os desvios, que ocorreram entre 2009 e 2015, e se deram através da falsa atribuição de plantões médicos no Pronto Socorro Municipal.

O homem foi indiciado pelo crime de peculato, entre outros, e foi apontado como mentor e principal executor do esquema criminoso.
 
Mais prisões

Outra pessoa que foi detida pela Polícia Cilvil foi um servidor que exerce função no Departamento de Recursos Humanos da Secretaria de Fazenda. Ele foi indiciado pelos mesmos crimes, na condição de coautor.

Também foram indiciados, por peculato culposo, uma ex-diretora do Departamento de Recursos Humanos da prefeitura, e o secretário da Fazenda, por ter contribuído para a prática dos desvios por omissão.
 
Segundo a delegada Daniela Diniz Medeiros, que coordena as investigações, esta é somente a primeira fase da operação, que prossegue a fim de identificar outros envolvidos no esquema.