Sete pessoas foram presas nesta quarta-feira em Arcos, na região Centro-Oeste de Minas Gerais, durante a “Operação Babilônia I”, da Polícia Civil. A ação desmantelou um grupo especializado na exploração sexual de adolescentes, que também agia no tráfico de drogas.

Mais de 30 pessoas, entre clientes e agenciadores, estariam envolvidas, no esquema de prostituição, que envolvia até menores de 14 anos. Segundo o delegado Elmer Flávio, responsável pela operação, a investigação durou um ano.

Foram empenhados 50 policiais de Arcos. A quadrilha fazia books com as adolescentes da cidade e região. Os agenciadores também ofereciam maconha para as meninas. Dentre os presos nesta quarta está o namorado de uma das chefes do esquema. Drogas também foram apreendidas.

A investigação agora continua para identificar e prender mais clientes, agenciadores e outras pessoas envolvidas no esquema. Eles também vão responder por estupro de vulnerável, tráfico de drogas, formação de quadrilha e corrupção de menores.