Shoppings centers, academias e centros de ginástica estão impedidos de abrir as portas em Betim, na Grande BH, a partir desta quarta-feira (3). A prefeitura publicou um decreto, nesta manhã, determinando o fechamento dos estabelecimentos. 

O aumento dos casos da Covid-19 motivou a decisão da administração municipal. Dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES) indicam 129 doentes e seis mortes pelo novo coronavírus na cidade. 

A taxa de ocupação dos leitos exclusivos para pacientes com a doença está em 67% nos centros e unidades de terapia intensivos e 8% no hospital de campanha.

Os shoppings e academias foram abertos em 22 de abril e, agora, vão permanecer fechados pelo menos até o dia 18, data em que o Executivo volta a avaliar a flexibilização. Nas escolas da rede municipal, as aulas permanecem suspensas até o dia 30.

Segurança

O decreto desta quarta-feira também impôs regras mais rígidas para estabelecimentos autorizados a funcionar. De acordo com a prefeitura, agora é obrigatório o uso de tapetes com produto desinfetante para matar o vírus na entrada das lojas, igrejas e prédios públicos. Além disso, a administração municipal vai instalar quatro novas blitze santinárias, em pontos estratégicos da cidade, para fiscalizar ônibus e vans do transporte público.

Leia mais:
Professores já se preparam para ensino remoto, revela reitora da UFMG
Ocupação de leitos de UTI em Belo Horizonte chega a quase 80%; Minas tem taxa de 70%