Com o falecimento neste domingo (2) de Miriam Azevedo Damasceno, que estava hospitalizada desde a madrugada de 24 de janeiro, ao ser atingida pelos destroços de um muro em Caratinga, na região do Vale do Rio Doce, sobe para 57 o número de mortes em função das chuvas em Minas Gerais. O número de feridos, até o momento, é de 68 pessoas.
 
Miriam tinha 38 anos e faleceu em decorrência de um traumatismo cranioencefálico.
 
No dia do acidente, ela tinha acabado de estaconar o carro na rua Padre Vigilato quando, no momento em que saía do veículo, foi atingida por pedaços do muro ao lado, ficando presa sob os escombros.
 
Quando foi atendida pela unidade do Corpo de Bombeiros, ela ainda estava consciente, embora confusa, sendo imoblizada com colar cervical e prancha longa. A perna esquerda foi esmagada e também passou por imobilização, com tala e atadura.