A forte chuva que atingiu Santa Maria de Itabira, na região Central do Estado, provocou a morte de, pelo menos, duas pessoas. O Corpo de Bombeiros informou que foi encontrado o corpo de mais uma vítima, que seria uma mulher, ainda não identificada, na Fazenda Oriente.

No início da tarde deste domingo (21), o corpo de um homem de 39 anos já havia sido resgatado de um soterramento no bairro Poção, um dos mais atingidos pelo temporal.

Os bombeiros realizam buscas em outros dois locais, ainda não confirmados pela corporação, onde quatro pessoas estariam soterradas.

Desde as 7h foram registradas mais de 11 ocorrências na cidade, entre inundações, desabamentos, salvamento de pessoa ilhada e corte de árvore em via pública, no Centro e nos bairros Lambari, Nova Santa Maria, Cidade Nova e Poção.

Socorro
O início do atendimento à cidade, por volta das 7h, apresentou dificuldade: militares de Itabira, Ipatinga e de Belo Horizonte não conseguiam entrar no município, já que a MG-129, um dos acessos, foi bloqueada em pelo menos três pontos devido ao desmoronamento de barrancos.

Como alternativa, o helicóptero dos Bombeiros de Governador Valadares foi empenhado para transportar equipes até Santa Maria de Itabira e, por volta das 8h30, dois dos bloqueios foram liberados para a passagem dos agentes após o uso de retroescavadeiras. A atuação dos militares continua nesta tarde.

Ajuda humanitária
Nas redes sociais, o governdor Romeu Zema (Novo) afirmou que acompanha a situação dos municípios afetados pelas fortes chuvas no Estado.

"Em Santa Maria de Itabira, onde houve um desabamento na manhã de hoje, helicópteros do Estado foram deslocados para ajudar nos trabalhos de resgate. Um caminhão com ajuda humanitária com colchões e kits de higiene também já partiu rumo ao município", informou o chefe do Executivo estadual.

"Nossa solidariedade a todos que vêm sofrendo com as chuvas em Minas. O Estado dará suporte a todas prefeituras e população que necessitem de ajuda", completou Zema.